Liberdade in Portuguese by Ron Jaspers

Liberdade

se Liberdade é: cala-te porque tenho algo para dizer

se Liberdade é: tu atrás das grades, porque assim
não temos que recear seres ou actuares de forma diferente

se Liberdade é: planear rigidamente o dia de amanhã
para deixar o dia de hoje ser menos dia

se Liberdade é: fechar as portas e livremente contemplar num ecrã como a vizinhança deveria ser segura

se Liberdade é: dormir sempre descansado porque aos outros
lhes foi deliberadamente tirada a língua

se Liberdade é: comer o quê e quando te apetecer, mas deixar
as cascas no jornal onde a fome é silenciada

se Liberdade é: não quereres saber o que me libertou,
me mantém livre, me aprisiona diáriamente

se Liberdade é: esperar até que outro me liberte
das minhas angústias em que eu sagradamente confio

se a Liberdade estucar meus pensamentos,
se a Liberdade à minha volta e em mim soprar,
mas para ti não ser possível apanhá-la

se a Liberdade me protege contra as tuas ideias
que para mim são demasiado diferentes

se a Liberdade para mim hoje me parece evidente
e tu não sabes o que isso significa

então Liberdade é coroas para mim e caras para ti,
então Liberdade é ar e indefenição

mas talvez seja livre de dar alguma da minha ampla liberdade
– de mútuo acordo, claro –
temporariamente ou a longo prazo, doar-te a ti para me
libertares da minha asfixiante Liberdade.

Marion Bloem

Coordinates: 51° 55′ 0″ N, 4° 30′ 0″ E / 38° 42′ 49.72″ N, 9° 8′ 21.79″ W
Locations: Rotterdam, the Netherlands / Lisbon & Sintra, Portugal
Portuguese translation by Ron Jaspers
From original poem “Vrijheid” by Marion Bloem

{ 0 comments… add one now }

Leave a Comment